segunda-feira, 21 de dezembro de 2015

Anjos do Altar - guia do Acólito para o serviço do Senhor 1



PRELIMINARES
1. Chama-se Acólito o clérigo que recebeu a Ordem Menor do Acolitato, pela qual tem o poder de servir nas Missas solenes e rezadas.
Também se chama comumente Acólito ou coroinha ao ministro que serve e ajuda ao sacerdote nas funções da Sagrada Liturgia, especialmente no Santo Sacrifício da Missa, ainda que dito ministro careça de toda Ordem sagrada.
2. Os Acólitos se chamam Anjos do Altar, porque assistem ao sacerdote no altar do mesmo modo como os Anjos assistem no Céu ante o trono de Deus.
Além do mais, o sacerdote no altar é ministro e representante de Jesus Cristo; e assim, o Acólito, servindo ao sacerdote, serve e assiste mais de perto ao próprio Jesus Cristo.
Durante o Sacrifício da Missa os Anjos assistem visivelmente, adorando a Jesus Cristo, presente no altar. a imitação deles, o Acólito assiste a Jesus Cristo ao servir a seu ministro o sacerdote.
3. O ministério do Acólito é digníssimo. Depois da função do sacerdote que consagra, não há outra função tão nobre como o ofício do ministro que lhe assiste.
O Acólito representa a todos os fiéis, em cujo nome dá as respostas ao sacerdote.
Mediante seu ofício, o Acólito está em contato mais íntimo e freqüente com as coisas santas.
4. Duas condições há de reunir o Acólito: 1ª, há de ser um BOM Acólito; 2ª, há de ser um Acólito BOM.
 Para ser bom Acólito deve saber as cerimônias das funções sagradas que lhe correspondem; e há de executá-las bem e com o espírito próprio das mesmas.
Para ser Acólito bom há de amar muito a Nosso Senhor Jesus Cristo e evitar o pecado.
5. As qualidades do bom Acólito são: a piedade, a obediência e o respeito ou reverência.
6. A piedade se manifesta na digna e freqüente recepção dos santos sacramentos, na assídua e devota oração, no gosto pelas coisas do culto, na compostura recolhida durante as funções.
7. A obediência se pratica fazendo com prontidão todo o que se manda, e assistindo com pontualidade a todas as funções.
8. O respeito se deve ao sacerdote e a todos os ministros do culto.
A reverência se deve a Deus, aos Santos, ao templo e a todos os objetos que servem ao culto divino.
9. A urbanidade é uma manifestação deste respeito e reverência. O bom Acólito pratica urbanidade: 1º, apresentando-se sempre com roupa asseada, com o rosto e mãos limpas; 2º, executando exatamente todas as cerimônias; 3º, sendo muito atento com todos na sacristia, na igreja e nos lugares próximos a esta.

Lembra-te sempre que dentre os meninos, és o que mais se aproxima de Jesus; o que compõe a Sua guarda de honra; o que na Missa representa todos os fiéis...: Anjo do altar!  

Nenhum comentário:

Postar um comentário