domingo, 10 de abril de 2016

Anjos do Altar - Lição 14



LIÇÃO 14
MANUSEIO DOS OBJETOS LITÚRGICOS

Observações gerais
    42. Quando se entrega alguma coisa ao sacerdote, como o turíbulo, o aspersório, o barrete, etc., saúda-se o padre com uma breve inclinação de cabeça, oscula-se primeiro a coisa que entregará e depois a mão do sacerdote.
    Ao receber uma coisa da mão do sacerdote, primeiro se oscula a mão dele, depois o objeto que recebe.
    Omitem-se esses ósculos: 1º - nas funções diante do Sacramento exposto; 2º - nas Missas de Defuntos; 3º - quando se entregam os objetos diretamente ao Diácono ou ao mestre de cerimônias, e não ao próprio sacerdote.
    No altar, e dentro da Missa, nunca se beijará a mão do sacerdote.

    43. Não toques o cálice, a patena e a âmbula. Porém, se fores sacristão ou faz seu ofício, e tiveres de prepará-los tu mesmo, o farás com respeito.
    A pala, os corporais e os purificatórios usados no Santo Sacrifício da Missa procurarás não tocá-los antes que tenham sido lavados.
    Tratarás com muito cuidado os paramentos e os demais objetos que servem para o culto divino.
    Procurarás ter a batina e a sobrepeliz sempre limpas, sem manchas de cera, sem poeira e sem amassados nem rasgos. Lembra-te que são o traje e o uniforme com que deves prestar teu serviço ao Senhor e assistir em Sua presença.
    Fazem muito mal os Acólitos que tiram a batina e a sobrepeliz de qualquer maneira, ou deixam no chão, ou a guardam sem nenhum cuidado.


PÁGINA NEGRA
Fixa-te nas figuras desta página e observa os defeitos que cometem estes coroinhas: NUNCA SERÁS UM BOM ACÓLITO se desde o princípio não executares com exatidão todas as cerimônias!


Nenhum comentário:

Postar um comentário