terça-feira, 11 de outubro de 2016

Festa de Nossa Senhora da Conceição Aparecida

PRÓPRIO DA MISSA
da Padroeira Principal de todo o Brasil
I classe, branco

“Signum magnum appáruit in caelo: Mulier amicta sole et luna sub pédibus eius, et in capite eius corona stellárum duódecim.”

INTRÓITO
(Is 61, 10; Sl 29, 2)
GAUDENS gaudébo in Dómino, et exsultábit ánima mea in Deo meo: quia índuit me vestiméntis salútis: et induménto justítiæ circúmdedit me, quasi sponsam ornátam monílibus suis. Ps. Exaltábo te, Dómine, quóniam suscepísti me: nec delectásti inimícos meos super me. Gloria Patri. Gaudens gaudébo.
REGOZIJAREI de todo o coração no Senhor, e a minha alma exultará no meu Deus: porque Ele me revestiu com vestes de salvação, e me rodeou com manto de justiça, como a esposa ornada de suas jóias. Sl. Senhor, Eu exaltarei a Vossa glória porque me recebestes: e não destes aos meus inimigos a alegria de me vencerem. Glória ao Pai. Regozijarei de todo o coração.

COLETA
DEUS, qui per Immaculatám Unigéniti tui Matrem, in nos, fámulos tuos, gratiae tuae dona multíplicas: concede propítius; ut qui eiúsdem Vírginis laudes celebrámus in terris, ipsíus matérnis précibus praemia conséqui mereámur in caelis. Per eúndem Dominum Nostrum Iesum Chrisum.
DEUS, que pela intercessão da Imaculada Mãe de Vosso Unigênito, dispensais generosamente a vossos servos os dons de vossa graça, concedei propício aos que celebramos na terra os louvores desta mesma Virgem, mereçamos alcançar graças às suas preces maternais, a recompensa eterna no Céu. Pelo mesmo Nosso Senhor.

EPÍSTOLA
(Ap 12,1.5.14-16)
Lectio Libri Apocalypsis Beati Ioannis Apostoli.
SIGNUM magnum appáruit in caelo: mulier amicta sole et luna sub pédibus eius, et in capite eius corona stellárum duódecim. Et péperit filium masculum, qui recturus erat omnes gentes in virga férrea: et raptus est filius eius ad Deum, et ad thronum eius. Et datae sunt mulíeri duae alae aquilae magnae ut volaret in desertum in locum suum. Et misit serpens ex ore suo post mulíerem aquam tamquam flumen ut eam faceret trahi a flumine. Et adiuvit terra mulíerem et aperuit terra os suum, et absorbuit flumen quod misit draco de ore suo.
R. Déo grátias.
Leitura do Livro do Apocalipse de São João Apóstolo.
APARECEU um grande sinal no céu: uma Mulher revestida do sol, a lua debaixo dos seus pés e na cabeça uma coroa de doze estrelas. Ela deu à luz um Filho, um menino, aquele que deve reger todas as nações pagãs com cetro de ferro. Mas seu Filho foi arrebatado para junto de Deus e do seu trono. Mas à Mulher foram dadas duas asas de grande águia, a fim de fugir para o deserto, para o lugar de Seu retiro. A Serpente vomitou contra a Mulher um rio de água, para fazê-la submergir. A terra, porém, acudiu à Mulher, abrindo a boca para engolir o rio que o Dragão vomitara.

GRADUAL
(Jd 13,23;15,10)
BENEDÍCTA es tu, Virgo María, a Dómino, Deo excélso, præ ómnibus muliéribus super terram.
V. Tu glória Jerúsalem, tu lætítia Israël, tu honorificéntia pópuli nostri.
BENDITA sois vós, ó Virgem Maria, por Deus, o Senhor Altíssimo, acima de todas as mulheres da terra.
V. Sois a glória de Jerusalém, a alegria de Israel, a honra de vosso povo.

ALELUIA
(Ct 4,7)
ALLELÚJA, allelúja.
V. Tota pulchra es, María: et mácula originális non est in te. Allelúja.
ALELUIA, aleluia.
V. Toda sois formosa, ó Maria, e em Vós não há a mácula original. Aleluia.

EVANGELHO
(Luc. 1,26-28)
+  Sequentia sancti Evangelii secundum Lucam.
IN illo tempore: Missus est Angelus Gábriël a Deo in civitá-tem Galilǽæ, cui nomen Náza-reth, ad Vírginem desponsátam viro, cui nomen erat Joseph, de domo David, et nomen Vírginis María. Et ingréssus Angelus ad eam, dixit: Ave, grátia plena; Dóminus tecum: benedícta tu in muliéribus.
R. Laus tibi, Christe.
+ Continuação do Santo Evangelho segundo São Lucas.
NAQUELE tempo, o Anjo Gabri-el foi enviado por Deus a uma cidade da Galiléia, chamada Na-zaré, a uma virgem desposada com um homem que se chamava José, da casa de Davi e o nome da virgem era Maria. Entrando, o Anjo disse-lhe: Ave, cheia de gra-ça, o Senhor é contigo, bendita és tu entre as mulheres.
Credo.
OFERTÓRIO
(Lc 1,28)
AVE, MARÍA, grátia plena; Dominus tecum: benedícta tu in muliéribus, allelúja.
AVE MARIA, cheia de graça, o Senhor é Contigo, bendita és tu entre as mulheres, aleluia.

SECRETA
SALUTÁREM hóstiam, quam in sollemnitáte immaculátæ Conceptiónis beátæ Vírginis Maríæ tibi, Dómine, offérimus, súscipe et præsta: ut, sicut illam tua grátia præveniénte ab omni labe immúnem profitémur; ita ejus intercessióne a culpis ómnibus liberémur. Per Dóminum.
RECEBEI ó Senhor, a Hóstia de salvação que Vos oferecemos na solenidade da Imaculada Conceição da Bem-aventurada Virgem Maria, e concedei-nos a graça de sermos por Sua intercessão livres de todas as culpas, nós que confessamos ter sido Ela, prevenida por vossa graça, isenta de toda mancha. Por nosso Senhor.

PREFÁCIO DE NOSSA SENHORA
V. Dominus vobiscum.
V. O Senhor esteja convosco.
R.  Et cum spiritu tuo.
R. E com vosso espírito.
V. Sursum corda.
V. Corações ao alto.
R. Habemus ad Dominum.
R. Já os temos no Senhor.
V. Gratias agamus Domino Deo nostro.
V. Demos graças ao Senhor nosso Deus.
R. Dignum et iustum est.
R. Digno e justo é.
VERE dignum et iustum est, aequum et salutare, nos tibi semper et ubique gratias agere: Domine Sancte, Pater omnipotens aeterne Deus: Et te in *** beatae Mariae semper Virginis collaudare, benedicere et praedicare. Quae et Unigenitum tuum Sancti Spiritus obumbratione concepit: et, virginitatis gloria permanente, lumen aeternum mundo effudit, Iesum Christum Dominum nostrum. Per quem maiestatem tuam laudant Angeli, adorant Dominationes, tremunt Potestates. Caeli caelorumque Virtutes, ac beata Seraphim, socia exsultatione concelebrant. Cum quibus et nostras voces ut admitti iubeas, deprecamur, supplici confessione dicentes:
VERDADEIRAMENTE é digno e justo, e igualmente salutar, que, sempre e em todo o lugar, Vos demos graças, ó Senhor santo, Pai onipotente, eterno Deus: E que, na Veneração (ou Festividade) da Bem-aventurada sempre Virgem Maria, Vos louvemos, bendigamos e exaltemos. Por obra do Espírito Santo ela concebeu o vosso Unigênito, e permanecendo com a glória da virgindade, deu ao mundo a eterna Luz, Jesus Cristo, Nosso Senhor. Por Ele os Anjos louvam a vossa Majestade, as Dominações a adoram, tremem as Potestades. Os Céus, as Virtudes dos Céus e os bem-aventurados Serafins a celebram com recíproca alegria. As suas vozes, nós Vos rogamos, mandeis que se unam as nossas, quando, em humilde confissão, Vos dizemos:
SANCTUS, Sanctus, Sanctus, Dóminus Deus Sábaoth. Pleni sunt cæli et terra glória tua. Hosanna in excélsis. Bene+díctus qui venit in nomine Dómini. Hosánna in excélsis.
SANTO, Santo, Santo, Senhor Deus do universo. O Céu e a Terra estão cheios da Vossa glória. Hosana nas alturas. Bem+dito o que vem em nome do Senhor. Hosana nas alturas!

COMUNHÃO
GLORIÓSA dicta sunt de te, María: quia fecit tibi magna qui potens est.
COISAS gloriosas são ditas de Vós, ó Maria, pois Aquele que é poderoso fez grandes coisas em Vosso favor.

PÓSCOMUNHÃO

SACRAMÉNTA quæ súmpsimus, Dómine, Deus noster: illíus in nobis culpæ vúlnera réparent; a qua immaculátam beata Maríæ Conceptiónem singuláriter præservásti. Per Dóminum.
QUE o Sacramento por nós recebido, ó Senhor nosso Deus, cure em nós as feridas do pecado, do qual, por singular privilégio, preservastes a Conceição Imaculada da Bem-aventurada Virgem Maria. Por Nosso Senhor.

Nenhum comentário:

Postar um comentário