quarta-feira, 23 de novembro de 2016

I Domingo do Advento

PRÓPRIO DA MISSA
Estação em Santa Maria Maior
Roxo, I classe




*
No princípio de algumas Missas o Missal indica a Statio (estação) que, para os romanos, significava posto militar. A Igreja introduziu este nome na Liturgia para designar o lugar onde os fiéis deveriam se reunir para a Santa Missa em alguns dias, o que deu origem as chamadas Igrejas Estacionais. 
Hoje iniciamos um novo ano litúrgico na Igreja. O Advento é o tempo de preparação para o Natal de Nosso Senhor. Também aqui a Igreja usa o roxo, mas a penitência deste tempo tem sentido diverso da Quaresma, pois enquanto que lá chora-se os pecados que provocaram a morte do Senhor, aqui nos preparamos para a vinda do mesmo Salvador, que é Menino e Deus!
Na Epístola de hoje, o sono é símbolo da tibieza por meio da qual tantos cristãos se descuidam dos meios de salvação; a noite e as obras das trevas são os pecados. Andar como em pleno dia significa ter retidão diante de Deus, e revestir-se de Jesus significa imitá-lO nos pensamentos, ditos e feitos.
No Evangelho a Igreja nos lembra do juízo final para mover-nos à penitência, pois naquele dia serão manifestadas as consciências e já não haverá mais esconderijo nem segredo. Nosso Senhor proferirá aquela dura sentença “afastai-vos de Mim, malditos”... cabe a cada um de nós decidir desde já de que lado queremos ficar (e viver como tal)!

INTROITUS (Sl 24,1-4)
AD te levavi animam meam: Deus meus, in te confido, non erubescam: neque irrideant me inimici mei: etenim universi, qui te exspectant, non confunden-tur. Sl. Vias tuas, Domine, de-monstra mihi: et semitas tuas edoce me. V. Gloria Patri.

A Vós, ó meu Deus, elevei minha alma, em Vós confio, que não fique envergonhado, nem se riam de mim meus inimigos; porque nenhum daqueles que esperam em Vós será confun-dido Sl. Mostrai-me, Senhor, Vossos caminhos e ensinai-me as Vossas veredas. V. Glória ao Pai.

ORATIO
EXCITA, quaesumus, Domine, potentiam tuam, et veni: ut ab imminentibus peccatorum nos-trorum periculis, te mereamur protegente eripi, te liberante sal-vari: Qui vivis et regnas cum Deo Patre in unitate Spiritus Sancti, Deus: per omnia ssecula saecu-lorum. R. Amen.
MOSTRAI, Senhor, Vosso poder, e vinde: para que mediante vossa proteção, mereçamos ser livres e salvos dos iminentes perigos dos nossos pecados. Vós que viveis e reinais com Deus Pai na unidade do Espírito San-to, Deus, por todos os séculos dos séculos. R. Amém.
               
EPÍSTOLA (Rm 13, 11-14)
Lectio Epistolae beati Pauli Apostoli ad Romanos
Fratres: Scietis, quia hora est jam nos de somno sugere. Nunc enim proprior est nostra salus, quam cum credidimus. Nox praecessit, dies autem apropin-quavit. Abiciamus ergo opera tenebrarum, et induamur arma lucis. Sicut in die honeste ambulemus: non in comessatio-nibus, et ebrietatibus, non in cu-bilibus, et impudicitiis, non in contentione, et aemulatione: sed induimini Dominum Iesum Christum.
Leitura da Epístola de São Paulo Apóstolo aos Romanos
Irmãos, ficai sabendo: é hora de nos levantarmos do sono. Porque agora a salvação está mais perto de nós que quando começamos a crer. Vai alta a noite, o dia se aproxima. Rejeitemos as obras das trevas, cinjamos as armas da luz. Como comvém ao dia, procedamos honestamente, sem orgias ou em-briaguez, devassidão ou luxúria, disputas ou ciúmes. Revesti-vos, ao contrário, do Senhor Jesus Cristo.

R. Deo Grátias!

GRADUAL (Sl. 24,3-4)
UNIVERSI, qui te exspectant, non confundentur, Domine. V. Vias tuas, Domine, notas fac mihi: et semitas tuas edoce me.
TODO o que espera em vós não se envergonha.  V. Revelai-me, Senhor, vossos caminhos e dai-me a conhecer vossas veredas.

ALELUIA (Ps. 84, 8)
ALLELUIA, alleluia.
V. Ostende nobis, Domine, misericordiam tuam: et salutare tuum da nobis. Alleluia.
ALELUIA, aleluia.
V. Fazei-nos ver, Senhor, o vosso amor, dai-nos, ó Deus, a vossa salvação. Aleluia.
Nas Missas da féria emite-se o Aleluia com o seu versículo.

EVANGELHO (Lc 21,25-33)
Sequentia sancti Evangelii secundum Lucam
R. Glória tibi, Dómine.
IN illo tempore: Dixit Iesus discipulis suis: Erunt signa in sole, et stellis, et in terris pressura gentium prae confusione sonitus maris, et fluctuum: arescentibus hominibus prae timore et exspectatione, quae supervenient universo orbi: nam virtutes cselorum movebuntur. Et tunc videbunt Filium hominis venientem in nube cum potestate magna, et maiestate. His autem fieri incipientibus, respicite, et levate capita vestra: quoniam appropinquat redemptio vestra. Et dixit illis similitudinem: Videte ficulneam, et omnes arbores: cum producunt iam ex se fructum, scitis quoniam prope est aestas. Ita et vos cum videritis haec fieri, scitote quoniam prope est regnum Dei. Amen dico vobis, quia non praeteribit generatio haec, donec omnia fiant. Caelum et terra transibunt: verba autem mea non transibunt.
R. Laus tibi, Christe.
Continuação do Santo Evangelho segundo São Lucas
R. Glória a vós, Senhor.
NAQUELE tempo, disse Jesus a seus discípulos: “Haverá sinais no sol, na lua e nas estrelas, e na terra, angústia das nações, atordoadas pelo fragor dos mares e das ondas; os homens ficarão sufocados de pavor na expectativa do que vai acontecer a todo o mundo: pois serão abaladas as potências do céu. Então ver-se-á o Filho do homem vindo sobre a nuvem com grande poder e glória. Quando essas coisas começarem a acontecer, abri os olhos e levantai a cabeça: é a vossa libertação que se aproxima.” E ele lhes disse uma parábola: “Vede a figueira, e todas as árvores: quando começam a dar frutos, sabeis que é o verão que se aproxima. E vós também, quando virdes acontecerem essas coisas, ficai sabendo: o reino de Deus está perto. Em verdade eu vos digo: esta geração não passará, sem que tudo isso aconteça. O céu e a terra passarão, mas não passarão minhas palavras.”
Credo.
OFERTÓRIO (Ps. 24,1-3)
AD te levavi animam meam: Deus meus, in te confido, non erubescam: neque irrideant me inimici mei: etenim universi, qui te exspectant, non confundentur.
A vós, ó meu Deus, elevei minha alma, em Vós confio, que não fique envergonhado, nem se riam de mim meus inimigos; porque nenhum daqueles que esperam em Vós será confundido.

SECRETA
HAEC sacra nos, Domine, potenti virtute mundatos, ad suum faciunt puriores venire principium. Per Dominum nostrum.
Ó Senhor, fazei que, purificados pela poderosa força destas santas ofertas, mereçamos chegar mais puros Àquele que é o princípio delas. Por Nosso Senhor.
Praefatio de Ssma Trinitate (na féria, pref. Comum) ou do Advento.

COMUNHÃO (Sl 84,13)
DOMINUS dabit benignitatem: et terra nostra dabit fructum suum.
O Senhor dará Sua benignidade e a terra dará seu fruto.

Postcommunio
SUSCIPIAMUS, Domine, mise-ricordiam tuam in médio templi tui: ut reparationis nostrae ventura solemnia congruis honoribus praecedamus. Per Dominum nostrum.
CONCEDEI, Senhor, Vos rogamos, que estes santos Sacramentos que recebemos, por sua força salutar curem quanto houver de vicioso em nossas almas. Por Nosso Senhor.


Nenhum comentário:

Postar um comentário