terça-feira, 28 de fevereiro de 2017

Calendário Litúrgico do mês de março

ORDO MMXVII


EXPLICAÇÃO DOS SINAIS

+ = Dia de Preceito.
R0 = Proíbe-se celebrar Missa de Réquiem.
R1 (R2, R3, R4) = Permite-se celebrar Missa de Réquiem de I (II, III ou IV) classe.
V0 = Proíbe-se celebrar Missa Votiva.
V1 (V2, V3, V4) = Permite-se celebrar Missa Votiva de I (II, III ou IV) classe.



Tempo da Quaresma

Advertenda: para todo o Tempo da Quaresma até Páscoa.

Em geral
1. Em todo Ofício e Missa do Tempo, exceto apenas no IV Domingo da Quaresma:
a) os altares não são ornados com flores;
b) o órgão só é permitido nos Domingos e férias para acompanhar o canto: terminado o canto, o órgão se cala também. Exceto no Domingo Laetare e nos dias de festa e solenidades.
2. Sobre os Domingos:
a) Todos são de I classe;
b) não admitem nenhuma comemoração;
c) Em caso de ocorrência as festas de I classe são transferidas para o dia seguinte, fazendo sua comemoração nas II Vésperas do Domingo.
3. Sobre a Féria:
a) Sua comemoração é privilegiada, faz-se antes de qualquer outra.
b) as Férias das Quatro Têmporas tem precedência sobre as festas de II classe;
c) todas as Férias tem precedência sobre as festas de III classe.
                                          
Sobre a Missa
4. Sobre as Missas de Defuntos:
a) São proibidas as Missas Votivas e Cotidianas de Defuntos Rezadas;
b) As Missas de 3º, 7º e 30º dia e de aniversário são permitidas durante a semana, com exceção da Quarta-feira de Cinzas e na Semana Santa;
5. Na Missa da Féria o Coro:
a) fica de joelhos: 1º para a oração Coleta (não para as orações colocadas entre as leituras e profecias); 2º para o versículo Adiuva nos; 3º desde o início do Canon até o Pater com sua prefação exclusive; 4º para a oração póscomunhão e oração Sobre o povo.
b) inclina a cabeça descoberta para a oração Sobre o povo.
6. Na Missa Solene do Tempo até ao Domingo de Ramos os ministros sagrados usam dalmática e túnica.
7. Cada Féria possui uma Missa própria.

Sobre o Ofício
8. No Ofício da IV ou VI feira: as Preces são ditas de joelhos no Coro somente em Laudes e Vésperas. No Ofício das Quatro Têmporas do sábado as Preces serão ditas somente em Laudes. Porém:
a) o Hebdomadário se levanta para o versículo Dominus vobiscum (S.C.R. decreto 3110, 9);
b) o Coro se levanta para o versículo Benedicamus Domino (S.C.R. decreto 4089, 2).
9. No Ofício da Féria diz-se a oração com o Coro permanecendo de joelhos, em todas as Horas, mesmo quando as Preces são omitidas.
10. Em Matinas faz-se a leitura da Homilia.

DIA
CALENDÁRIO
01
Quarta-feira
R1-V0
IV FEIRA DAS CINZAS, I classe, roxo.
Dia de jejum e abstinência
- Ofício: ferial próprio: como no saltério, no Ordinário Per annum e no Próprio. Matinas com único noturno sem Te Deum; Laudes II, desde o Capítulo como no saltério Per annum. Nos Hinos usa-se o tom ferial até o sábado das Cinzas. Vésperas ferial Per annum, antífona própria para o Magnificat. Completas ferial.
- Missa: própria, sem Glória, com Credo, Prefácio da Quaresma. Após Communio acrescenta-se a oração Super populum (Oremus, Humiliate capita vestra Deo) que é dita apenas na Missa da Féria. Ite, Missa est.

Sobre a bênção das Cinzas em geral
1. Antes da Missa principal faz-se a bênção (sempre com as mãos juntas) e imposição das Cinzas dos ramos de palmeira ou oliva abençoados no ano passado, e agora queimados, como dito no missal. Para tal bênção usa-se o pluvial roxo com estola, os ministros sagrados, porém, com dalmática e túnica, todos sem manípulos.
2. Na Missa que segue a bênção e imposição das Cinzas omitem-se: o salmo Judica me, a Confissão, Absolvição e oração Aufer a nobis e Oramus te, Domine.

Advertenda
3. A bênção das Cinzas no rito solene é preceptiva nas igrejas catedrais e colegiadas.
4. Entretanto, nas igrejas paroquiais a bênção das Cinzas se faz no rito solene ou no ritu minore (conforme o Memoriale Rituum).
5. Nas demais igrejas e oratórios é lícito benzer as Cinzas na forma simples, sem canto, onde os ministros sagrados ou cantores estão ausentes (S.C.R. Ordinationes, 1961, n. 401).
6. Se a bênção solene das Cinzas é feita nas horas da tarde, é lícito benzer Cinzas nas primeiras horas da manhã na forma simples, sem canto, observando o que é dito no missal. O sacerdote, portanto, está de pé sem casula, ou se não celebra, com cota e estola roxa (S.C.R. Ordinationes, 1981, n. 401).
7. O sacerdote que benze as Cinzas deve também celebrar a Missa subsequente, a não ser que seja o Bispo diocesano (Decreto 2976, 8).
8. As Cinzas são colocadas sobre a cabeça em modo de cruz, sobre a cabeça das mulheres tome-se cuidado para não tocá-las.
9. O celebrante, se não há outro sacerdote, toma por si mesmo e impõe as Cinzas sobre sua cabeça, estando voltado para o altar e sem nada dizer (S.C.R. 1º de novembro de 1931).
10. Fora da Missa, o sacerdote pode impor as Cinzas (já bentas) sobre os fiéis, revestido de sobrepeliz e estola roxa, mas não em suas casas (S.C.R. 1367); mas não pode impor a si mesmo.
11. Na Missa vespertina. Nas igrejas onde a Missa vespertina costuma ser celebrada com grande concurso dos fiéis, a bênção das Cinzas, mesmo já tendo sido feita antes da Missa principal pela manhã, pode igualmente repeti-la antes da Missa vespertina, por faculdade do Ordinário local (S.C.R. 5 de fevereiro de 1958).

02
Quinta-feira R3-V3
V feira depois das Cinzas, III classe, roxo.
- Ofício: ferial próprio: como no saltério, no Ordinário Per annum e no Próprio. Matinas com único noturno sem Te Deum; Laudes II, desde o Capítulo como no saltério Per annum. Nos Hinos usa-se o tom ferial até o sábado das Cinzas. Vésperas ferial Per annum, antífona própria para o Magnificat. Completas ferial.
- Missa: própria, sem Glória nem Credo, Prefácio da Quaresma. Após Communio acrescenta-se a oração Super populum. Ite, Missa est.
03
Sexta-feira
R3-V3
VI feira depois das Cinzas, III classe, roxo.
1ª sexta-feira
- Ofício: ferial próprio: como no saltério, no Ordinário Per annum e no Próprio. Matinas com único noturno sem Te Deum; Laudes II, desde o Capítulo como no saltério Per annum. Nos Hinos usa-se o tom ferial até o sábado das Cinzas. Vésperas ferial Per annum, antífona própria para o Magnificat. Completas ferial.
- Missa: própria, sem Glória nem Credo, Prefácio da Quaresma. Após Communio acrescenta-se a oração Super populum. Ite, Missa est. Ou Missa do Sagrado Coração de Jesus.
04
Sábado
R3-V3
Sábado depois das Cinzas, III classe, roxo.
- Ofício: ferial próprio: como no saltério, no Ordinário Per annum e no Próprio. Matinas com único noturno sem Te Deum; Laudes II, desde o Capítulo como no saltério Per annum, com comemoração de São Casimiro, Confessor. Nos Hinos usa-se o tom ferial até o sábado das Cinzas. Completas ferial.
- Missa: própria, sem Glória nem Credo, Prefácio da Quaresma. Após Communio acrescenta-se a oração Super populum. Ite, Missa est. Ou Missa do Imaculado Coração de Maria.
- I Vésperas do I Domingo da Quaresma, I classe, roxo: Ofício ferial Per annum, antífona própria para o Magnificat. Hinos com tom da Quaresma até a Paixão.

05
+ DOMINGO
R0-V0
I DOMINGO DA QUARESMA, I classe, roxo.
 - Ofício: dominical próprio: como no saltério, no Ordinário para a Quaresma e no Próprio. Matinas com único noturno sem Te Deum; Laudes II com antífonas próprias. Prima, antífonas próprias, salmo 53 no lugar do 117, leitura breve do Tempo. Demais Horas com antífonas próprias.
- Missa: própria, sem Glória, com Credo, Prefácio da Quaresma. Após Communio acrescenta-se a oração Super. Ite, Missa est.
06
Segunda-feira
R3-V3
Féria da primeira semana da Quaresma, III classe, roxo.
- Ofício: ferial como no saltério, no Ordinário para a Quaresma e no Próprio. Matinas com único noturno sem Te Deum; Laudes II com antífonas próprias, desde o Capítulo como no Ordinário para a Quaresma, com comemoração de Santa Perpétua e Santa Felicidade, Mártires. Demais Horas com antífonas próprias.
- Missa: própria, sem Glória e sem Credo, com comemoração de Santa Perpétua e Santa Felicidade, Mártires. Prefácio da Quaresma. Após Communio acrescenta-se a oração Super. Ite, Missa est.
07
Terça-feira
R3-V3
Féria da primeira semana da Quaresma, III classe, roxo.
- Ofício: ferial como no saltério, no Ordinário para a Quaresma e no Próprio. Matinas com único noturno sem Te Deum; Laudes II com antífonas próprias, desde o Capítulo como no Ordinário para a Quaresma, com comemoração de Santo Tomás de Aquino, Confessor e Doutor da Igreja. Demais Horas com antífonas próprias.
- Missa: própria, sem Glória e sem Credo, com comemoração de Santo Tomás de Aquino. Prefácio da Quaresma. Após Communio acrescenta-se a oração Super. Ite, Missa est.
08
Quarta-feira
R2-V2
Têmporas da Quaresma, II classe, roxo.
- Ofício: ferial como no saltério, no Ordinário para a Quaresma e no Próprio. Matinas II com único noturno sem Te Deum; Laudes II com antífonas próprias, desde o Capítulo como no Ordinário para a Quaresma, Preces feriais, com comemoração de São João de Deus, Confessor. Demais Horas com antífonas próprias.
- Missa: própria com rubricas especiais e 2 leituras, sem Glória e sem Credo, com comemoração de São João de Deus. Prefácio da Quaresma. Após Communio acrescenta-se a oração Super. Ite, Missa est.
09
Quinta-feira
R3-V3
Féria da primeira semana da Quaresma, III classe, roxo.
- Ofício: ferial como no saltério, no Ordinário para a Quaresma e no Próprio. Matinas com único noturno sem Te Deum; Laudes II com antífonas próprias, desde o Capítulo como no Ordinário para a Quaresma, com comemoração de Santa Francisca Romana, Viúva. Demais Horas com antífonas próprias.
- Missa: própria, sem Glória e sem Credo, com comemoração de Santa Francisca Romana, Viúva. Prefácio da Quaresma. Após Communio acrescenta-se a oração Super. Ite, Missa est.
10
Sexta-feira
R2-V2
Têmporas da Quaresma, II classe, roxo.
- Ofício: ferial como no saltério, no Ordinário para a Quaresma e no Próprio. Matinas com único noturno sem Te Deum; Laudes II com antífonas próprias, desde o Capítulo como no Ordinário para a Quaresma, Preces feriais, com comemoração dos Santos Quarenta Mártires. Demais Horas com antífonas próprias.
- Missa: própria, sem Glória e sem Credo, com comemoração dos Santos Quarenta Mártires. Prefácio da Quaresma. Após Communio acrescenta-se a oração Super. Ite, Missa est.
11
Sábado
R2-V2
Têmporas da Quaresma, II classe, roxo.
- Ofício: ferial como no saltério, no Ordinário para a Quaresma e no Próprio. Matinas com único noturno sem Te Deum; Laudes II com antífonas próprias, desde o Capítulo como no Ordinário para a Quaresma, Preces feriais (só em Laudes). Demais Horas com antífonas próprias.
- Missa: própria com 5 leituras (ou Missa Brevior), sem Glória e sem Credo. Prefácio da Quaresma. Após Communio acrescenta-se a oração Super. Ite, Missa est.
- I Vésperas do II Domingo da Quaresma, I classe, roxo.

12
+ DOMINGO
R0-V0
II DOMINGO DA QUARESMA, I classe, roxo.
- Ofício: dominical próprio: como no saltério, no Ordinário para a Quaresma e no Próprio. Matinas com único noturno sem Te Deum; Laudes II com antífonas próprias. Prima, antífonas próprias, salmo 53 no lugar do 117, leitura breve do Tempo. Demais Horas com antífonas próprias.
- Missa: própria, sem Glória, com Credo, Prefácio da Quaresma. Após Communio acrescenta-se a oração Super. Ite, Missa est.

Amanhã: O 4º aniversário da eleição do Santo Padre o Papa Francisco para o trono de São Pedro.

13
Segunda-feira
R3-V3
Féria da segunda semana da Quaresma, III classe, roxo.
- Ofício: ferial como no saltério, no Ordinário para a Quaresma e no Próprio. Matinas com único noturno sem Te Deum; Laudes II com antífonas próprias, desde o Capítulo como no Ordinário para a Quaresma. Demais Horas com antífonas próprias.
- Missa:
a) nas igrejas catedrais: Missa votiva do aniversário do Sumo Pontífice, II classe, branco, com Glória e comemoração da Féria, sem Credo, Prefácio da Quaresma.
b) nas outras igrejas: Missa própria da Féria, sem Glória e sem Credo, oração pelo Papa sob única conclusão com a oração do dia. Prefácio da Quaresma. Após Communio acrescenta-se a oração Super populum. Ite, Missa est.
14
Terça-feira
R3-V3
Féria da segunda semana da Quaresma, III classe, roxo.
- Ofício: ferial como no saltério, no Ordinário para a Quaresma e no Próprio. Matinas com único noturno sem Te Deum; Laudes II com antífonas próprias, desde o Capítulo como no Ordinário para a Quaresma. Demais Horas com antífonas próprias.
- Missa: própria, sem Glória e sem Credo. Prefácio da Quaresma. Após Communio acrescenta-se a oração Super. Ite, Missa est.
15
Quarta-feira
R3-V3
Féria da segunda semana da Quaresma, III classe, roxo.
- Ofício: ferial como no saltério, no Ordinário para a Quaresma e no Próprio. Matinas com único noturno sem Te Deum; Laudes II com antífonas próprias, desde o Capítulo como no Ordinário para a Quaresma, com Preces feriais. Demais Horas com antífonas próprias.
- Missa: própria, sem Glória e sem Credo. Prefácio da Quaresma. Após Communio acrescenta-se a oração Super. Ite, Missa est.
16
Quinta-feira
R3-V3
Féria da segunda semana da Quaresma, III classe, roxo.
- Ofício: ferial como no saltério, no Ordinário para a Quaresma e no Próprio. Matinas com único noturno sem Te Deum; Laudes II com antífonas próprias, desde o Capítulo como no Ordinário para a Quaresma. Demais Horas com antífonas próprias.
- Missa: própria, sem Glória e sem Credo. Prefácio da Quaresma. Após Communio acrescenta-se a oração Super. Ite, Missa est.
17
Sexta-feira
R3-V3
Féria da segunda semana da Quaresma, III classe, roxo.
- Ofício: ferial como no saltério, no Ordinário para a Quaresma e no Próprio. Matinas com único noturno sem Te Deum; Laudes II com antífonas próprias, desde o Capítulo como no Ordinário para a Quaresma, com comemoração de São Patrício, Bispo e Confessor. Demais Horas com antífonas próprias.
- Missa: própria, sem Glória e sem Credo, com comemoração de São Patrício. Prefácio da Quaresma. Após Communio acrescenta-se a oração Super. Ite, Missa est.
18
Sábado
R3-V3
Féria da segunda semana da Quaresma, III classe, roxo.
- Ofício: ferial como no saltério, no Ordinário para a Quaresma e no Próprio. Matinas com único noturno sem Te Deum; Laudes II com antífonas próprias, desde o Capítulo como no Ordinário para a Quaresma, com comemoração de São Cirilo de Jerusalém, Bispo, Confessor, Doutor da Igreja. Demais Horas com antífonas próprias.
- Missa: própria, sem Glória e sem Credo, com comemoração de São Cirilo de Jerusalém. Prefácio da Quaresma. Após Communio acrescenta-se a oração Super. Ite, Missa est.
- I Vésperas do III Domingo da Quaresma, I classe, roxo.

Amanhã: A festa de São José é transferida para a segunda-feira seguinte.

19
+ DOMINGO
R0-V0
III DOMINGO DA QUARESMA, I classe, roxo.
- Ofício: dominical próprio: como no saltério, no Ordinário para a Quaresma e no Próprio. Matinas com único noturno sem Te Deum; Laudes II com antífonas próprias. Prima, antífonas próprias, salmo 53 no lugar do 117, leitura breve do Tempo. Demais Horas com antífonas próprias.
- Missa: própria, sem Glória, com Credo, Prefácio da Quaresma. Após Communio acrescenta-se a oração Super populum. Ite, Missa est.
- II Vésperas do III Domingo da Quaresma, I classe, roxo, com comemoração das I Vésperas da festa de São José.
20
Segunda-feira
R1-V1
São José, Esposo da Santíssima Virgem Maria, Padroeiro da Igreja Universal, I classe, branco.
- Ofício: festivo em todas as Horas. Matinas com 3 noturnos. Comemoração da Féria em Laudes e Vésperas. Em Prima, leitura breve do Tempo.
- Missa: própria com Glória, comemoração da Féria, Tractus, Credo. Prefácio de São José. Sem oração Super. Ite, Missa est.
21
Terça-feira
R3-V3
Féria da terceira semana da Quaresma, III classe, roxo.
- Ofício: ferial como no saltério, no Ordinário para a Quaresma e no Próprio. Matinas com único noturno sem Te Deum; Laudes II com antífonas próprias, desde o Capítulo como no Ordinário para a Quaresma, com comemoração de São Bento, Abade. Demais Horas com antífonas próprias.
- Missa: própria, sem Glória e sem Credo, com comemoração de São Bento. Prefácio da Quaresma. Após Communio acrescenta-se a oração Super. Ite, Missa est.
22
Quarta-feira
R3-V3
Féria da terceira semana da Quaresma, III classe, roxo.
- Ofício: ferial como no saltério, no Ordinário para a Quaresma e no Próprio. Matinas com único noturno sem Te Deum; Laudes II com antífonas próprias, desde o Capítulo como no Ordinário para a Quaresma, com Preces feriais. Demais Horas com antífonas próprias.
- Missa: própria, sem Glória e sem Credo. Prefácio da Quaresma. Após Communio acrescenta-se a oração Super. Ite, Missa est.
23
Quinta-feira
R3-V3
Féria da terceira semana da Quaresma, III classe, roxo.
- Ofício: ferial como no saltério, no Ordinário para a Quaresma e no Próprio. Matinas com único noturno sem Te Deum; Laudes II com antífonas próprias, desde o Capítulo como no Ordinário para a Quaresma. Demais Horas com antífonas próprias.
- Missa: própria, sem Glória e sem Credo. Prefácio da Quaresma. Após Communio acrescenta-se a oração Super. Ite, Missa est.
24
Sexta-feira
R3-V3
Féria da terceira semana da Quaresma, III classe, roxo.
- Ofício: ferial como no saltério, no Ordinário para a Quaresma e no Próprio. Matinas com único noturno sem Te Deum; Laudes II com antífonas próprias, desde o Capítulo como no Ordinário para a Quaresma, com Preces feriais e comemoração de São Gabriel Arcanjo. Demais Horas com antífonas próprias.
- Missa: própria, sem Glória e sem Credo, com comemoração de São Gabriel Arcanjo. Prefácio da Quaresma. Após Communio acrescenta-se a oração Super. Ite, Missa est.
- I Vésperas da festa da Anunciação, I classe, branco, com comemoração da Féria. Completas de Domingo.
25
Sábado
R1-V1
Anunciação da Santíssima Virgem Maria, I classe, branco.
- Ofício: festivo em todas as Horas como no Próprio. Comemoração da Féria em Laudes e Vésperas. Em Prima versículo Qui natus.
- Missa: própria, com Glória, comemoração da Féria, com Credo. Prefácio da Quaresma. Sem oração Super populum. Ite, Missa est.
Nas Missas Cantadas e Solenes, a genuflexão no Credo:
a) O celebrante genuflete enquanto ler o versículo Et incarnatus est (S.R.C. 4281);
b) enquanto se canta o mesmo versículo o celebrante e os ministros sagrados, se estão sentados, vão ao degrau mais baixo do altar e aí se ajoelham; se, porém, já estão no altar se ajoelham sobre o supedâneo.
c) Todos os demais se ajoelham em seus lugares.
- II Vésperas da festa da Anunciação, I classe, branco, com comemoração do IV Domingo da Quaresma. 

26
+ DOMINGO
R0-V0
IV DOMINGO DA QUARESMA, Laetare, I classe, roso ou roxo.
- Ofício: dominical próprio: como no saltério, no Ordinário para a Quaresma e no Próprio. Matinas com único noturno sem Te Deum; Laudes II com antífonas próprias. Prima, antífonas próprias, salmo 53 no lugar do 117, leitura breve do Tempo. Demais Horas com antífonas próprias.
- Missa: própria, sem Glória, com Credo, Prefácio da Quaresma. Após Communio acrescenta-se a oração Super populum. Ite, Missa est.
27
Segunda-feira
R3-V3
Féria da quarta semana da Quaresma, III classe, roxo.
- Ofício: ferial como no saltério, no Ordinário para a Quaresma e no Próprio. Matinas com único noturno sem Te Deum; Laudes II com antífonas próprias, desde o Capítulo como no Ordinário para a Quaresma, com comemoração de São João Damasceno, Confessor. Demais Horas com antífonas próprias.
- Missa: própria, sem Glória e sem Credo, com comemoração de São João Damasceno. Prefácio da Quaresma. Após Communio acrescenta-se a oração Super. Ite, Missa est.
28
Terça-feira
R3-V3
Féria da quarta semana da Quaresma, III classe, roxo.
- Ofício: ferial como no saltério, no Ordinário para a Quaresma e no Próprio. Matinas com único noturno sem Te Deum; Laudes II com antífonas próprias, desde o Capítulo como no Ordinário para a Quaresma, com comemoração de São João de Capistrano, Confessor. Demais Horas com antífonas próprias.
- Missa: própria, sem Glória e sem Credo, com comemoração de São João de Capistrano. Prefácio da Quaresma. Após Communio acrescenta-se a oração Super. Ite, Missa est.
29
Quarta-feira
R3-V3
Féria da quarta semana da Quaresma, III classe, roxo.
- Ofício: ferial como no saltério, no Ordinário para a Quaresma e no Próprio. Matinas com único noturno sem Te Deum; Laudes II com antífonas próprias, desde o Capítulo como no Ordinário para a Quaresma, com Preces feriais. Demais Horas com antífonas próprias.
- Missa: própria, sem Glória e sem Credo. Prefácio da Quaresma. Após Communio acrescenta-se a oração Super. Ite, Missa est.
30
Quinta-feira
R3-V3
Féria da quarta semana da Quaresma, III classe, roxo.
- Ofício: ferial como no saltério, no Ordinário para a Quaresma e no Próprio. Matinas com único noturno sem Te Deum; Laudes II com antífonas próprias, desde o Capítulo como no Ordinário para a Quaresma. Demais Horas com antífonas próprias.
- Missa: própria, sem Glória e sem Credo. Prefácio da Quaresma. Após Communio acrescenta-se a oração Super. Ite, Missa est.
31
Sexta-feira
R3-V3
Féria da quarta semana da Quaresma, III classe, roxo.
- Ofício: ferial como no saltério, no Ordinário para a Quaresma e no Próprio. Matinas com único noturno sem Te Deum; Laudes II com antífonas próprias, desde o Capítulo como no Ordinário para a Quaresma. Demais Horas com antífonas próprias.
- Missa: própria, sem Glória e sem Credo. Prefácio da Quaresma. Após Communio acrescenta-se a oração Super. Ite, Missa est.


2 comentários:

  1. O que seriam as "Feiras" e a "Túnica" que os ministros sagrados devem suar?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. "FÉRIAS" são todos os dias da semana. Quando dizemos Missa da Féria (ou algo parecido) entenda-se a Missa do Domingo precedente que é repetida durante a semana nos dias em que não há Missa de Santos.
      "TÚNICA" é o nome do paramento (dalmática) do Subdiácono. Não confundir com a túnica que às vezes se usam por baixo dos paramentos.

      Excluir