sexta-feira, 5 de maio de 2017

Comum dos Santos - Um Mártir no Tempo Pascal




MISSA DUM MÁRTIR PONTÍFICE OU DUM MÁRTIR:
“PROTEXISTI”

                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                         
INTRÓITO
(Sl 63, 3; 63, 2)
PROTEXÍSTI me, Deus, a convéntu malignántium, allelúia: a multitúdine operántium iniquitátem, allelúia, allelúia. SL. Exáudi, Deus, oratiónem meam cum déprecor: a timóre inimíci éripe ánimam meam. Glória Patri. Protexisti.
PROTEGESTE-ME, ó Deus, contra a conspiração dos malignos, aleluia, e da multidão dos que praticam a iniquidade. Aleluia. SL. Ouvi, ó Deus, a minha oração, assim Vos imploro: livrai a minha alma do temor do inimigo. Glória Patri. Protegeste-me.

COLETA
Para um mártir pontífice:
1. INFIRMITÁTEM nostram réspice, omnípotens Deus: et, quia pondus própriæ actiónis gravat, beáti N. Mártyris tui atque Pontíficis intercéssio gloriosa nos prótegat. Per Dóminum nostrum.
Outra oração:
2. DEUS, qui nos beáti N. Mártyris tui atque Pontíficis ánnua solemnitáte lætíficas: concede propítius; ut, cujus natalítia cólimus, de ejúsdem étiam protectióne gaudeámus. Per Dóminum nostrum.

Para um mártir:
3. PRÆSTA, quǽsumus, omnípotens Deus: ut, qui beáti N. Mártyris tui natalítia cólimus, intercessióne ejus, in tui nóminis amóre roborémur. Per Dóminum nostrum.
Outra oração:
4. PRÆSTA, quǽsumus, omnípotens Deus: ut, intercedente beáto N. Mártyre tuo, et a cunctis adversitátibus liberémur in córpore, et a pravis cogitatiónibus mundémur in mente. Per Dóminum nostrum.

Ó DEUS onipotente, considerai a nossa fraqueza, e por nos oprimir o peso de nossas culpas, fazei que a gloriosa intercessão de N., vosso Mártir e Pontífice nos proteja. Por Nosso Senhor.

Ó DEUS, que nos alegrais com a solenidade anual de N., vosso Mártir e Pontífice, concedei-nos benigno que, celebrando seu natalício, gozemos de sua proteção. Por Nosso Senhor.


CONCEDEI-NOS, ó Deus onipotente, que, celebrando o natalício de N., vosso Mártir, por sua intercessão sejamos confirmados no amor de vosso Nome. Por Nosso Senhor.

Ó DEUS onipotente, nós Vos suplicamos que por intercessão de N., vosso santo Mártir, seja o nosso corpo preservado de todas as adversidades e a nossa alma purificada de todos os maus pensamentos. Por Nosso Senhor.

EPÍSTOLA
(Sb 5, 1-5)
Léctio libri Sapientiae.
E
ntão, com grande confiança, os justos se levantarão em face dos que os perseguiram e zombaram dos seus males aqui embaixo. Diante de suas vistas serão presos de grande temor e tomados de assombro ao vê-los salvos contra sua expectativa; tocados de arrependimento, dirão entre si, e, gemendo na angústia de sua alma, dirão: estes são aqueles de quem outrora escarnecemos, e a quem loucamente cobrimos de insultos! Considerávamos sua vida como uma loucura, e sua morte como uma vergonha. E ei-los que agora são contados entre os filhos de Deus, e entre os Santos está a sua sorte.

ALELUIA
(Sl 88,6; Sl 20, 4)
ALLELÚIA, allelúia. V. Confitebúntur cœli mirabília tua, Dómine: étenim veritátem tuam in ecclésia sanctórum. Allelúia. V. Posuísti, Dómine, super caput eius corónam de lápide pretióso. Allelúia.
ALELUIA, aleluia. V. Os Céus proclamam a Vossa maravilha, ó Senhor, e a assembleia dos Santos a Vossa fidelidade. Aleluia. V. Senhor, pusestes sobre a sua cabeça uma coroa de pedras preciosas. Aleluia.

EVANGELHO
(Jo 15, 1-7)
Sequéntia sancti Evangélii secúndum Joánnem.
N
aquele tempo Jesus disse: Eu sou a videira verdadeira, e meu Pai é o agricultor. Todo ramo que não der fruto em mim, ele o cortará; e podará todo o que der fruto, para que produza mais fruto. Vós já estais puros pela palavra que vos tenho anunciado. Permanecei em mim e eu permanecerei em vós. O ramo não pode dar fruto por si mesmo, se não permanecer na videira. Assim também vós: não podeis tampouco dar fruto, se não permanecerdes em mim. Eu sou a videira; vós, os ramos. Quem permanecer em mim e eu nele, esse dá muito fruto; porque sem mim nada podeis fazer. Se alguém não permanecer em mim será lançado fora, como o ramo. Ele secará e hão de ajuntá-lo e lança-lo ao fogo, e queimar-se-á. Se permanecerdes em mim, e as minhas palavras permanecerem em vós, pedireis tudo o que quiserdes e vos será feito.
OFERTÓRIO
(Sl 88, 6)
CONFITEBÚNTUR cœli mirabília tua, Dómine, et veritátem tuam in ecclésia sanctórum, allelúia, allelúia.
OS CÉUS proclamam as vossas maravilhas, ó Senhor, e a assembleia dos santos a Vossa fidelidade. Aleluia, aleluia.

SECRETA
Para um mártir Pontífice:
1. HÓSTIAS tibi, Dómine, beáti N. Mártyris tui atque Pontíficis dicátas méritis, benígnus assume: et ad perpétuum nobis tríbue proveníre subsídium. Per Dóminum nostrum.
Outra secreta:
2. MÚNERA tibi, Dómine, dicáta sanctífica: et, intercedénte beáto N. Mártyre tuo, atque Pontífice, per éadem nos placátus inténde. Per Dóminum nostrum.

Para um mártir:
3. MUNÉRIBUS nostris, quǽsumus, Dómine, precibúsque suscéptis: et cœléstibus nos munda mystériis, et cleménter exáudi. Per Dóminum nostrum.
Outra secreta
4. ACCÉPTA sit in conspéctu tuo, Dómine, mostra devótio: et ejus nobis fiat supplicatiónibus salutáris pro cujus solemnitáte defértur Per Dóminum nostrum.

SENHOR, pelos muitos méritos de N., vosso Mártir e Pontífice, aceitai, benigno, as hóstias que Vos oferecemos e concedei que nos sirvam de perpétuo socorro. Por Nosso Senhor.

SANTIFICAI, Senhor, estes dons que Vos são oferecidos e por eles intercedendo Santo N., Vosso Mártir e Pontífice, lançai um olhar de paz e misericórdia. Por Nosso Senhor.


SUPLICAMO-VOS, Senhor, que aceitando os nossos dons e preces, Vos digneis purificar-nos com esses celestiais Mistérios e ouvir-nos benignamente. Por Nosso Senhor.

SENHOR, aceitai a oferenda de nossa devoção para que ela nos seja salutar pela intercessão do Santo em cuja festa Vos é apresentada. Por Nosso Senhor.

PREFÁCIO DA PÁSCOA
V. Dominus vobiscum.
R. Et cum spíritu tuo.
V. Sursum corda.
R. Habémus ad Dóminum.
V. Gratias agamus Domino Deo nostro.
R. Dignum et justum est.
V. O Senhor seja convosco.
R. E com o vosso espírito.
V. Corações ao alto.
R. Já os temos no Senhor.
V. Demos graças ao Senhor, nosso Deus.
R. É digno e justo.
VERDADEIRAMENTE é digno e justo, e igualmente salutar que Vos louvemos, Senhor, em todo o tempo e lugar, mas principalmente neste tempo, em que Cristo, nossa Páscoa, foi imolado. Porque Ele é o verdadeiro Cordeiro que tirou os pecados do mundo. Por Sua morte destruiu a nossa, e, ressurgindo, restaurou a nossa vida. E por isso, com os Anjos e os Arcanjos, com os Tronos e as Dominações e com toda a milícia do exército celestial, cantamos hinos à Vossa glória, dizendo sem fim:

ANTÍFONA DA COMUNHÃO
(Sl 63, 11)
LÆTÁBITUR justus in Dómino, et sperábit in eo: et laudabúntur omnes recti corde, allelúia, allelúia.
O JUSTO alegra-se no Senhor e nEle espera; e todos os de coração reto lhe cantam louvores, aleluia, aleluia.

PÓSCOMUNHÃO
Para um mártir Pontífice:
1. REFÉCTI participatióne múneris sacri, quǽsumus, Dómine Deus noster: ut, cujus exséquimur cultum, intercedente beátor N. Mártyre tuo atque Pontífice, sentiámus efféctum. Per Dóminum nostrum.
Outra oração
2. HÆC nos commúnio, Dómine, purget a crímine: et intercedénte beáto N. Mártyre tuo atque Pontífice, cœléstis remédii fáciat esse consórtes. Per Dóminum nostrum.

Para um mártir:
3. DA, QUǼSUMUS, Dómine Deus noster: ut, sicut tuórum commemoratióne sanctórum temporáli gratulámur offício; ita perpétuo lætémur aspéctu. Per Dóminum nostrum.
Outra oração
4. REFÉCTI participatióne múneris sacri, quǽsumus, Dómine Deus noster: ut cujus exséquimur cultum; intercedente beátor N. Mártyre tuo, sentiámus efféctum. Per Dóminum nostrum.

FORTALECIDOS com a participação deste Dom sagrado, nós Vos rogamos, Senhor nosso Deus, que por intercessão de N., vosso Mártir e Pontífice, sintamos o efeito do Mistério que hoje celebramos. Por Nosso Senhor.

ESTA COMUNHÃO, Senhor, nos purifique de nossos crimes e por intercessão de Santo N., Vosso Mártir e Pontífice, nos faça participar do remédio celestial. Por Nosso Senhor.

CONCEDEI-NOS, ó Deus e Senhor nosso, que assim como nos alegramos com a comemoração de vossos Santos durante esta vida, assim também gozemos de sua presença na eternidade. Por Nosso Senhor.

CONFORTADOS com a participação deste Dom sagrado, nós Vos rogamos, Senhor, nosso Deus, que por intercessão de N., vosso Mártir, sintamos o efeito do Mistério que hoje celebramos. Por Nosso Senhor.

Nenhum comentário:

Postar um comentário