quinta-feira, 11 de maio de 2017

Missa de Nossa Senhora de Fátima no Centenário das Aparições

II classe, paramentos brancos
CEM ANOS DAS APARIÇÕES

Hoje, por Decreto (05/04/2017) da Sagrada Congregação para a Doutrina da Fé (Comissão “Ecclesia Dei”), por ocasião dos 100 anos das Aparições em Fátima, a Santa Sé concede e permite que seja celebrada, neste ano, a Missa do Imaculado Coração de Maria (tal qual no dia 22 de agosto), como Missa Votiva de II classe.


Missa Votiva do Imaculado Coração de Maria

A 13 de Maio de 1917, três crianças apascentavam um pequeno rebanho na Cova da Iria, freguesia de Fátima, concelho de Vila Nova de Ourém, hoje diocese de Leiria-Fátima. Chamavam-se Lúcia de Jesus, de 10 anos, e Francisco e Jacinta Marto, seus primos, de 9 e 7 anos. Por volta do meio dia, depois de rezarem o terço, como habitualmente faziam, viram uma luz brilhante; julgando ser um relâmpago, decidiram ir-se embora, mas, logo abaixo, outro clarão iluminou o espaço, e viram em cima de uma pequena azinheira, uma “Senhora mais brilhante que o sol”, de cujas mãos pendia um terço branco.
A Senhora disse aos três pastorinhos que era necessário rezar muito e convidou-os a voltarem à Cova da Iria durante mais cinco meses consecutivos, no dia 13 e àquela hora. As crianças assim fizeram. Na última aparição, a 13 de Outubro, a Senhora disse-lhes que era a “Senhora do Rosário” e que fizessem ali uma capela em Sua honra. Depois da aparição, todos os presentes observaram o milagre prometido às três crianças em Julho e Setembro: o sol, assemelhando-se a um disco de prata, podia fitar-se sem dificuldade e girava sobre si mesmo como uma roda de fogo, parecendo precipitar-se na terra.


INTRÓITO
ADEAMUS cum fiducia ad thronum gratiae ut misericordiam consequamur, et gratiam inveniamus in auxilio opportuno.  PS. Eructavit cor meum verbum bonum: dico ego opera mea Regi. Glória Patri. Adeamus.
(Hbr 4,16. Sal 44,2)
APROXIMEMO-NOS com fé do trono da graça para alcançar a misericórdia e obter a graça em tempo oportuno. SL. Exulta o meu coração o meu coração em alegre canto; ao Rei dedico as minhas obras. Glória ao Pai. Aproximemo-nos.

COLETA
OMNÍPOTENS sempitérne Deus, qui in Corde beátæ Maríæ Vírginis dignum Spíritus Sancti habitáculum preparásti: concéde propítius; ut ejúsdem immaculáti Cordis festivitátem devóta mente recoléntes secúndum Cor tuum vívere valeámus. Per Dóminum nóstrum.
ONIPOTENTE e eterno Deus, vós que preparastes uma digna morada para o Espírito Santo no Coração da Santíssima Virgem Maria, concedei-nos em vossa bondade que, celebrando devotamente a festividade do seu Imaculado Coração, possamos viver conforme o vosso. Por Nosso Senhor.
Nas Missas Rezadas a comemoração de São Roberto Belarmino, Confessor e Doutor da Igreja:
DEUS, qui ad errórum insídias repelléndas et Apostólicæ Sedis jura propu-gnánda beátum Robértum, Pontíficem tuum atque Doc-tórem, mira eruditióne et virtúte decorásti: ejus méritis et intercessióne concéde; ut nos in veritátis amóre crescámus,et errántium corda ad Ecclésiæ Tuæ rédeant unitátem. Per Dóminum nostrum.
Ó DEUS, que para repelir as ciladas dos que erram e defender os direitos da Sé Apostólica, enriquecestes São Roberto, vosso Pontífice e Doutor, com admirável erudição e virtude, concedei, por seus merecimentos e intercessão, que em nós aumente o amor à verdade e que os corações dos que estão no erro voltem à unidade de vossa Igreja. Por Nosso Senhor.

EPÍSTOLA
Léctio libri Sapientiae (Eclo. 24,23-31)
E
u germinei como a videira o encanto e minhas flores são frutos de honra e beleza. Sou a mãe do belo amor e do temor, do conhecimento e da santa esperança. Em mim está toda a graça do caminho e da verdade, em mim, toda esperança de vida e de virtude.    Vinde a mim, todos os que me desejais e fartai-vos dos meus frutos. A minha instrução é mais doce que o mel e a minha herança, mais do que o mel e seu favo; minha lembrança dura por todos os séculos. Os que comem de mim terão ainda fome; os que de mim bebem terão sede ainda. Quem me ouve não será confundido; os que agem unidos a mim, não pecarão: os que me tornam conhecida, terão a vida eterna.”

ALELUIA
ALLELÚIA, allelúia. V. Magníficat ánima mea Dómino: et exsultávit spíritus meus in Deo salutári meo. Allelúja. V. Beátam me dicent omnes generatiónes, quia ancíllam húmilem respéxit Deus. Allelúja.
(Lc 1, 46)
ALELUIA, aleluia. V. Minha alma engrandece ao Senhor, meu espírito se alegra em Deus meu salvador. Aleluia. V. Todas as gerações hão de chamar-Me de Bendita, porque Deus pôs Seus olhos sobre a humildade de Sua Serva. Aleluia.

EVANGELHO
Sequéntia sancti Evangélii secúndum Joánnem (Jo 19, 26-27).
N
aquele tempo, ao ver Jesus a sua mãe e, ao lado dela, o discípulo que ele amava, disse à mãe: “Mulher, eis o teu filho!” Depois disse ao discípulo: “Eis a tua mãe!” A partir daquela hora, o discípulo a acolheu em sua vida.                                                                                                                         

OFERTÓRIO
EXSULTÁVIT spíritus meus in Deo salutári meo; quia fecit mihi magna qui potens est, et sanctum nomen ejus.
(Lc 1, 47.49)
MEU espírito se alegra em Deus, meu Salvador, porque o Poderoso fez grandes coisas em mim, e santo é Seu nome.

SECRETA
MAJESTÁTI tuæ, Dómine, Agnum immaculátum offerentes, quǽsumus: ut corda nostra ignis ille divínus accéndat, qui Cor beátæ Maríæ Vírginis ineffabíliter inflammávit. Per eundem Dóminum nóstrum Iesum Chrístum.
SENHOR, ao oferecer à vossa divina majestade o Cordeiro imaculado, vos pedimos que inflame nosso coração aquele divino amor que abrasou de um modo inefável o Coração da Santíssima Virgem Maria. Pelo mesmo Nosso Senhor.
Comemoração de São Roberto Belarmino:
HÓSTIAS tibi, Dómine, in odórem suavitátis offérimus: et præsta; ut, beáti Robérti mónitis et exémplis edócti, per sémitam manda-tórum tuórum dilatáto corde currámus. Per Dóminum nostrum.

SENHOR, nós Vos oferecemos estas hóstias em suave odor; concedei, que ensinados pelas exortações e pelo exemplo de S. Roberto, generosamente caminhemos na senda de vossos preceitos. Por Nosso Senhor.

PREFÁCIO DE NOSSA SENHORA
V. Dominus vobiscum.
R. Et cum spíritu tuo.
V. Sursum corda.
R. Habémus ad Dóminum.
V. Gratias agamus Domino Deo nostro.
R. Dignum et justum est.
V. O Senhor seja convosco.
R. E com o vosso espírito.
V. Corações ao alto.
R. Já os temos no Senhor.
V. Demos graças ao Senhor, nosso Deus.
R. É digno e justo.
VERDADEIRAMENTE é digno e justo, e igualmente salutar, que, sempre e em todo o lugar, Vos demos graças, ó Senhor santo, Pai onipotente, eterno Deus: E que, na Veneração (ou Festividade) da Bem-aventurada sempre Virgem Maria, Vos louvemos, bendigamos e exaltemos. Por obra do Espírito Santo ela concebeu o vosso Unigênito, e permanecendo com a glória da virgindade, deu ao mundo a eterna Luz, Jesus Cristo, Nosso Senhor. Por Ele os Anjos louvam a vossa Majestade, as Dominações a adoram, tremem as Potestades. Os Céus, as Virtudes dos Céus e os bem-aventura dos Serafins a celebram com recíproca alegria. As suas vozes, nós Vos rogamos, mandeis que se unam as nossas, quando, em humilde confissão, Vos dizemos:

ANTÍFONA DA COMUNHÃO
DIXIT Jesus matri suæ: «Múlier, ecce fílius tuus.» Deínde dicit discípulo: «Ecce mater tua.» Et ex ílla hora accépit eam discípulus in sua.
(Jo 16,8)
DISSE Jesus a sua Mãe: “Mulher, eis o teu filho!” Depois disse ao discípulo: “Eis a tua mãe!”. E a partir daquela hora, o discípulo a acolheu em sua vida.

PÓSCOMUNHÃO
DIVINIS refécti munéribus te, Dómine, supplíciter exorámus: ut beátæ Maríæ semper Vírginis intercessióne, cujus immaculáti Cordis solémnia venerándo égimus, a præséntibus perículis liberáti, ætérnæ vitæ gáudia consequámur. Per Dóminum nóstrum.
REFEITOS com vossos divinos dons, vos suplicamos, Senhor, encarecidamente que, pela intercessão da Santíssima Virgem Maria, de cujo Imaculado Coração celebramos piedosamente a festividade, livres dos perigos da vida presente, consigamos as alegrias da vida eterna. Por Nosso Senhor.
Comemoração de São Roberto Belarmino:
SACRAMÉNTA, quæ súmpsimus, Dómine Deus noster, in nobis fóveant caritátis ardórem: quo beátus Robértus veheménter accénsus, pro Ecclésia tua se júgiter impendébat. Per Dóminum nostrum.

SENHOR, nosso Deus, os Sacramentos recebidos aumentem em nós o ardor da caridade que inflamou com tanta veemência o coração de São Roberto, que incessantemente se empenhou por vossa Igreja. Por Nosso Senhor.

Para ver ou baixar em PDF:

Voltar ao Próprio da Missa

Nenhum comentário:

Postar um comentário