sexta-feira, 2 de junho de 2017

Missa da Vigília de Pentecostes

I classe, com Glória, sem Credo, paramentos vermelhos

A estação é em São João do Latrão por causa de seu batistério, único lugar em que se administrava outrora o batismo em Roma. Antigamente os batismos eram realizados no Sábado Santo e que não tinha sido batizado naquele dia era batizado no dia de hoje. Por isso, toda a Missa canta a renovação batismal pela ação do Espírito Santo. Diferentemente de outras vigílias, esta é uma Missa festiva, como a da vigília pascal.

INTRÓITO
(Ez 36, 23-26; Sal 33, 2)
DUM sanctificátus fúero in vobis, congregábo vos de univérsis terris: et effúndam super vos aquam mundam, et mundabímini ab ómnibus inquinaméntis vestris: et dabo vobis spíritum novum, allelúia, allelúia. PS. Benedícam Dóminum in omni témpore: semper laus eius in ore meo. Glória Patri. Dum santificatus.
QUANDO minha santificação for realizada em vós, vos reunirei de toda a terra e derramarei sobre vós a água pura, e ficareis purificados de todas as vossas impurezas, e vos darei um novo coração, aleluia, aleluia. SL. Louvarei ao Senhor em todo o tempo; o seu louvor estará sempre em minha boca. Glória ao Pai. Quando minha santificação.
                                                                                        
COLETA
PRÆSTA, quǽsumus, omnípotens Deus: ut claritatis tuæ super nos splendor effúlgeat; et lux tuæ lucis corda eórum, qui per grátiam tuam renáti sunt, Sancti Spíritus illustratióne confírmet. Per Dóminum... in unitáte eiusdem.
DEUS onipotente, nós vos pedimos que nos concedais que brilhe sobre nós o resplendor de vossa caridade, e que, com a iluminação do Espírito Santo, o fulgor de vossa luz faça mais firmes os corações dos batizados. Por Nosso Senhor... na unidade do mesmo.

EPÍSTOLA
(At 19, 1-8)
Léctio Actuum Apostolórum.
N
aqueles dias, enquanto Apolo estava em Corinto, Paulo atravessou o planalto e chegou a Éfeso. Aí encontrou alguns discípulos e perguntou-lhes: “Vós recebestes o Espírito Santo quando abraçastes a fé?” Eles responderam: “Nem sequer ouvimos dizer que existe Espírito Santo!” Então Paulo perguntou: “Que batismo então recebestes?” Eles responderam: “O batismo de João.” Paulo disse-lhes: “João administrava um batismo de conversão, dizendo ao povo que acreditasse naquele que viria depois dele, isto é, em Jesus”. Tendo ouvido isso, eles foram batizados no nome do Senhor Jesus. Paulo impôs-lhes as mãos, e o Espírito Santo desceu sobre eles. Começaram então a falar em línguas e a profetizar. Ao todo, eram uns doze homens. Paulo foi então à sinagoga e, durante três meses, falava com toda liberdade, discutindo e persuadindo os ouvintes acerca do Reino de Deus.


ALELUIA
(Lc 1, 46)
ALLELÚIA, allelúia. V. Confitémini Dómino, quóniam bonus: quóniam in sǽculum misericordia eius.
ALELUIA, aleluia. V. Louvai ao Senhor porque é bom, porque eterna é sua misericórdia.


TRACTO
(Sl 116)
LAUDÁTE Dóminum, omnes gentes: et collaudáte eum, omnes pópuli. PS. Quóniam confirmáta est super nos misericordia eius: et véritas Dómini manet in ætérnum.
LOUVAI ao Senhor todas as nações, louvai-o todos os povo. SL. Porque sua misericórdia sobre nós dura para sempre, e a verdade do Senhor permanece para sempre.

Hoje para o Evangelho não se usam as velas, mas apenas o incenso.
EVANGELHO
(Jo 14, 15-21)
Sequéntia sancti Evangélii secúndum Joánnem.
N
aquele tempo, disse Jesus a seus discípulos: Se me amais, observareis os meus mandamentos.    E eu pedirei ao Pai, e ele vos dará um outro Defensor, que ficará para sempre convosco: o Espírito da Verdade, que o mundo não é capaz de receber, porque não o vê, nem o conhece. Vós o conheceis, porque ele permanece junto de vós e está em vós. Não vos deixarei órfãos: eu voltarei a vós.       Ainda um pouco de tempo e o mundo não mais me verá; mas vós me vereis, porque eu vivo, e vós vivereis. Naquele dia sabereis que eu estou no meu Pai, e vós em mim, e eu em vós. Quem acolhe e observa os meus mandamentos, esse me ama. Ora, quem me ama será amado por meu Pai, e eu o amarei e me manifestarei a ele.                                                                                                                                                             

OFERTÓRIO
(Lc 1, 47.49)
EMÍTTE Spíritum tuum, et creabúntur, et renovábis fáciem terræ: sit glória Dómini in sǽcula, allelúia.
ENVIAI o vosso Espírito e tudo será criado, e renovareis a face da terra: seja dada a glória a Deus pelos séculos. Aleluia.

SECRETA
MÚNERA, quǽsumus, Dómine, obláta sanctífica: et corda nostra Sancti Spíritus illustratióne emúnda. Per Dóminum... in unitáte eiúsdem.
SANTIFICAI, Senhor, nossas oferendas, e, pela luz do Espírito Santo, purificai nossos corações. Por Nosso Senhor... na unidade do mesmo.

PREFÁCIO DO ESPÍRITO SANTO
V. Dominus vobiscum.
R. Et cum spíritu tuo.
V. Sursum corda.
R. Habémus ad Dóminum.
V. Gratias agamus Domino Deo nostro.
R. Dignum et justum est.
V. O Senhor seja convosco.
R. E com o vosso espírito.
V. Corações ao alto.
R. Já os temos no Senhor.
V. Demos graças ao Senhor, nosso Deus.
R. É digno e justo.
VERDADEIRAMENTE é digno e justo, e igualmente salutar, que, sempre e em todo o lugar, Vos demos graças, ó Senhor santo, Pai onipotente, eterno Deus: por Jesus Cristo Nosso Senhor. Ele, subindo ao mais alto dos céus, e estando assentado à vossa direita, fez descer (hoje) sobre os vossos filhos adotivos, o Espírito Santo que lhes prometera. Por isso o mundo inteiro exulta com imenso gozo, enquanto as sublimes Virtudes e as Potestades angélicas entoam o hino de vossa glória, dizendo sem fim:

Communicántes e Hanc ígitur próprios.

ANTÍFONA DA COMUNHÃO
(Jo 16,8)
ULTIMO festivitátis die dicébat Iesus: Qui in me credit, flúmina de ventre eius fluent aquæ vivæ: hoc autem dixit de Spíritu, quem acceptúri erant credéntes in eum, allelúia, allelúia..
NO ÚLTIMO dia da festa, dizia Jesus: o que crê em mim, brotará de seu íntimo rios de água viva. Dizia isto a respeito do Espírito Santo, que haviam de receber os que acreditassem n’Ele. Aleluia, aleluia.

PÓSCOMUNHÃO

SANCTI Spíritus, Dómine, corda nostra mundet infúsio: et sui roris íntima aspersióne fecúndet. Per Dóminum... in unitáte eiusdem.
Fazei, Senhor, que a infusão do Espírito Santo purifique os nossos corações e com a aspersão de seu orvalho fecunde o íntimo de nossas almas. Por Nosso Senhor... na unidade do mesmo.

Ver, baixar ou imprimir em PDF:

Voltar ao Próprio da Missa

Nenhum comentário:

Postar um comentário