quinta-feira, 6 de julho de 2017

Missa do V Domingo depois de Pentecostes

II classe, com Glória e Credo, paramentos verdes
Nosso Senhor nos mostra com o Evangelho de hoje a superioridade do Novo Testamento sobre o Antigo. Esta superioridade está na Lei do amor, que deve ser o motivo e o princípio de todas as nossas ações. Por isso mesmo o preceito da caridade reveste formas bem mais abundantes na nova ordem que Jesus veio estabelecer.
Cristo legisla que o simples ressentimento intimo contra o próximo, ainda que não traduzindo em hostilidades externas, mas voluntariamente alimentado, rompe os limites da caridade.





INTRÓITO
(Sl 26,7.9.1)
EXÁUDI, Dómine, vocem meam, qua clamávi ad te: adjútor meus esto, ne derelínquas me, neque despícias me, Deus salutáris meus. PS. Dóminus illuminátio mea, et salus mea, quem timébo? Glória Patri. Exáudi, Dómine.
SENHOR, ouvi a minha voz com a qual vos imploro, e sede o meu auxílio; não me abandoneis nem desprezeis, ó Deus, meu salvador. SL. O Senhor é a minha luz e salvação: de quem terei medo? Glória ao Pai. Senhor.

COLETA
DEUS, qui diligéntibus te bona invisibília præparasti: infúnde córdibus nostris tui amóris afféctum; ut te in ómnibus et super ómnia diligéntes, promissiónes tuas, quæ omne desidérium súperant, consequámur. Per Dóminum.
Ó DEUS que preparastes bens invisíveis para os que vos amam, infundi em nossos corações profundo amor para que, amando-vos em tudo acima de tudo, alcancemos as vossas promessas que excedem a todos os desejos. Por Nosso Senhor.

EPÍSTOLA
(1Pd 3,8-15)
Léctio Epístolæ beáti Petri Apóstoli.
C
aríssimos, sede todos unânimes, compassivos, fraternos, misericordiosos e humildes. Não pagueis o mal com o mal, nem ofensa com ofensa. Ao contrário, abençoai, porque para isto fostes chamados: para serdes herdeiros da bênção. “De fato, quem quer amar a vida e ver dias felizes, guarde a sua língua do mal e seus lábios de falar mentira. Afaste-se do mal e faça o bem, busque a paz e vá ao seu encalço. Pois os olhos do Senhor estão sobre os justos e seus ouvidos estão atentos à sua prece, mas a face do Senhor volta-se contra os malfeitores”.  Ora, quem é que vos fará mal, se vos esforçais por fazer o bem? Mais que isso, se tiverdes que sofrer por causa da justiça, felizes de vós! Não tenhais medo de suas intimidações, nem vos deixeis perturbar.  Antes, declarai santo, em vossos corações, o Senhor Jesus Cristo e estai sempre prontos a dar a razão da vossa esperança a todo aquele que a pedir.

GRADUAL
(Sl 83,10.9)
PROTÉCTOR noster áspice, Deus, et réspice super servos tuos. V. Dómine Deus virtútem, exaudi preces servórum tuorum.
OLHAI para nós, ó Deus, nosso protetor, e atendei a vossos servos. V. Senhor, Deus dos exércitos, ouvi as preces dos vossos servos.

ALELUIA
(Sl 20,1)
ALLELÚIA, allelúia. V. Dómine, in virtúte tua lætábitur rex: et super salutáre tuum exsultábit veheménter. Allelúja.
ALELUIA, aleluia. V. Senhor, o Rei se alegra com o vosso poder e grandemente exulta, porque vós o salvastes. Aleluia.

EVANGELHO
(Lc 5,1-11)
Sequéntia sancti Evangélii secúndum Matthǽum.
N
aquele tempo, disse Jesus a seus discípulos: Eu vos digo: Se vossa justiça não for maior que a dos escribas e dos fariseus, não entrareis no Reino dos Céus. “Ouvistes que foi dito aos antigos: ‘Não cometerás homicídio! Quem cometer homicídio deverá responder no tribunal’. Ora, eu vos digo: todo aquele que tratar seu irmão com raiva deverá responder no tribunal; quem disser ao seu irmão ‘imbecil’ deverá responder perante o sinédrio; quem chamar seu irmão de ‘louco’ poderá ser condenado ao fogo do inferno.      Portanto, quando estiveres levando a tua oferenda ao altar e ali te lembrares que teu irmão tem algo contra ti, deixa a tua oferenda diante do altar e vai primeiro reconciliar-te com teu irmão. Só então, vai apresentar a tua oferenda.                                                                                                                                                            
Credo

OFERTÓRIO
(Sl 12,4-5)
BENEDÍCAM Dóminum, qui tríbuit mihi intelléctum: providébam Deum in conspéctu meo semper: quóniam a dextris est mihi, ne commóvear.
Bendirei o Senhor, que me deu a inteligência. Tenho a Deus continuamente diante de mim, pois está à minha direita, para que eu não vacile.

SECRETA
PROPITIÁRE, Dómine, supplicatiónibus nostris: et has oblatiónes famulórum famularúmque tuárum benígnus assúme; ut, quod sínguli obtulérunt ad honórem nóminis tui, cunctis profíciat ad salútem. Per Dóminum.
SENHOR, sede favorável às nossas súplicas e recebei, benigno, estas oblações de vossos servos e servas, a fim de que seja proveitoso para a salvação de todos, o que cada um oferece para a glória de vosso Nome. Por Nosso Senhor.

PREFÁCIO DA SANTÍSSIMA TRINDADE
V. Dominus vobiscum.
R. Et cum spíritu tuo.
V. Sursum corda.
R. Habémus ad Dóminum.
V. Gratias agamus Domino Deo nostro.
R. Dignum et justum est.
V. O Senhor seja convosco.
R. E com o vosso espírito.
V. Corações ao alto.
R. Já os temos no Senhor.
V. Demos graças ao Senhor, nosso Deus.
R. É digno e justo.
VERDADEIRAMENTE é digno e justo, e igualmente salutar, que, sempre e em todo o lugar, Vos demos graças, ó Senhor santo, Pai onipotente, eterno Deus: Que sois, com o Vosso Filho Unigênito e com o Espírito Santo, um só Deus e um só Senhor, não na singularidade duma só Pessoa, mas na Trindade duma só substância. Porque tudo aquilo que nos revelastes e cremos da Vossa glória, isso mesmo sentimos, sem diferença nem distinção, do Vosso Filho e do Espírito Santo, de maneira que, confessando a verdadeira e eterna Divindade, adoramos a propriedade nas Pessoas, a unidade na Essência e a igualdade na Majestade, a qual louvam os Anjos e os Arcanjos, os Querubins e os Serafins, que não cessam de cantar dizendo a uma só voz:


ANTÍFONA DA COMUNHÃO
(Sl 17,3)
UNAM péti a Dómino, hanc requíram: ut inhábitem in domo Dómini ómnibus diébus vitæ meæ.
UMA só coisa peço ao Senhor, e é isto que procuro: habitar na casa do Senhor todos os dias de minha vida. 

PÓSCOMUNHÃO
QUOS cælésti, Dómine, dono satiásti: præsta, quǽsumus, ut a nostris mundémur occúltis, et ab hóstiam liberémur insídiis. Per Dominum.
SENHOR, já nos saciastes com o Dom celestial, concedei, vos pedimos, sejamos purificados de nossos pecados ocultos, e livres das ciladas de nossos inimigos. Por Nosso Senhor.


Ver, baixar ou imprimir em PDF:

Voltar ao Próprio da Missa

Nenhum comentário:

Postar um comentário